terça-feira, 5 de julho de 2011

"Eles se amam, todo mundo sabe mas ninguém acredita. Não conseguem ficar juntos. Simples. Complexo. Quase impossivel. Ele continua vivendo sua vidinha idealizada e ela continua idealizando sua vidinha. Alguns dizem que isso jamais daria certo. Outros dizem que foram feitos um para o outro. Eles preferem não dizer nada. Preferem meias palavras e milhares de coisas não ditas. Ela quer atitudes, ele quer ela. Todas as noites ela pensa nele, e todas as manhãs ele pensa nela. E assim vão vivendo até quando a vontade de estar com o outro for maior do que os outros. Enquanto o mundo vive lá fora, dentro de cada um tem um pedaço do outro. E mesmo sorrindo por ai, cada um sabe a falta que o outro faz. Nunca mais se viram, nunca mais se tocaram e nunca mais serão os mesmos. É fácil porque os dias passam rápidos demais, é dificil porque o sentimento fica, vai ficando e permanece dentro deles. E todos os dias eles se perguntam o que fazer. .E todos os dias eles se perguntam o que fazer.E imaginam os abraços, as noites com dores nas costas esquecidas pelo primeiro sorriso do outro. E que no momento certo se reencontrem e que nada, nada seja por acaso."


Tati Bernardi

sexta-feira, 6 de maio de 2011

50 maneiras de dizer Eu Te Amo .

1. English - I love you
2. Afrikaans - Ek het jou lief
3. Albanian - Te dua
4. Arabic - Ana behibak (to male)
5. Arabic - Ana behibek (to female)
6. Armenian - Yes kez sirumen
7. Bambara - M’bi fe
8. Bangla - Aamee tuma ke bhalo aashi
9. Belarusian - Ya tabe kahayu
10. Bisaya - Nahigugma ako kanimo
11. Bulgarian - Obicham te
12. Cambodian - Soro lahn nhee ah
13. Cantonese Chinese - Ngo oiy ney a
14. Catalan - T’estimo
15. Cheyenne - Ne mohotatse
16. Chichewa - Ndimakukonda
17. Corsican - Ti tengu caru (to male)
18. Creol - Mi aime jou
19. Croatian - Volim te
20. Czech - Miluji te
21. Danish - Jeg Elsker Dig
22. Dutch - Ik hou van jou
23. Esperanto - Mi amas vin
24. Estonian - Ma armastan sind
25. Ethiopian - Afgreki’
26. Faroese - Eg elski teg
27. Farsi - Doset daram
28. Filipino - Mahal kita
29. Finnish - Mina rakastan sinua
30. French - Je t’aime, Je t’adore
31. Gaelic - Ta gra agam ort
32. Georgian - Mikvarhar
33. German - Ich liebe dich
34. Greek - S’agapo
35. Gujarati - Hoo thunay prem karoo choo
36. Hiligaynon - Palangga ko ikaw
37. Hawaiian - Aloha wau ia oi
38. Hebrew - Ani ohev otah (to female)
39. Hebrew - Ani ohev et otha (to male)
40. Hiligaynon - Guina higugma ko ikaw
41. Hindi - Hum Tumhe Pyar Karte hae
42. Hmong - Kuv hlub koj
43. Hopi - Nu’ umi unangwa’ta
44. Hungarian - Szeretlek
45. Icelandic - Eg elska tig
46. Ilonggo - Palangga ko ikaw
47. Indonesian - Saya cinta padamu
48. Inuit - Negligevapse
49. Irish - Taim i’ ngra leat
50. Italian - Ti amo

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Sorriso Natalino

-->


A chuva não cai mais em meu teto
O vento não varre os meus cabelos
Os tempos são outros, mas a vida a mesma
Algo dentro de mim pulsa fraco
Fraqueza forte quando deparo com seu olhar
Olhos sujos de lágrimas que compram o meu silêncio

Vim ver você
Vim te fazer sorrir
Vou voando em sonhos variados
Com vôo rasante de alvorada voraz
Continuo sonhando em um dia teus lábios tocar

Músicas proibidas surgem nos meus ouvidos
E a chuva ainda não caiu
Espero entrar na tua dança de carinhos
Escuto, penso, sinto e fico mudo
Um inocente silêncio esperando teu coração

A terra começa a ser molhada
Vejo pela janela do teu olhar
Uma luz úmida que irá me salvar
Será agora o momento de pedir?
Escrevo para não falar
Observo uma gota cair
Preciso os teus lábios tocar
Pois vou te fazer sorrir.


Escrito pelo o meu amigo  Lois.

(foi feito para  mim) : )



quinta-feira, 31 de março de 2011

Simples detalhes

DETALHES TÃO PEQUENOS DE NÓS DOIS,SÃO COISAS MUITO GRANDES PRA ESQUECER!!!

segunda-feira, 28 de março de 2011

Tristeza

“Porque a tristeza, segundo Deus, opera arrependimento para a salvação, o qual não traz pesar; mas a tristeza do mundo gera a morte.”
— Paulo. (2ª EPÍSTOLA AOS CORÍNTIOS, capítulo 7, versículo 10.)

domingo, 27 de março de 2011

Linda melodia

Você me olhou, e eu transformei, tudo aquilo que eu sentia na mais linda melodia .

Manoela Gavassi

E talvez

você esteja me segurando, como eu estou segurando esses balões. eu não quero que eles sejam livres, eu quero eles aqui sempre ao meu lado. mas você não está me segurando pelo mesmo motivo que eu seguro à eles. você nem sabe que está me segurando, mas está. estou presa à você, estou prendendo a minha felicidade à você. se você sorrir eu irei sorrir, mas se você não estiver bem, eu também não estarei. e quando eu não te vejo, eu não consigo achar a minha felicidade. eu queria poder me soltar de você e te esquecer, queria que fosse fácil como soltar os balões que estou segurando.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Advinha o quanto te amo....

Era hora de ir para a cama, e o Coelhinho se agarrou firme nas longas orelhas do Coelho Pai.
Ele queria ter certeza de que o Coelho Pai estava ouvindo.
- Adivinha quanto eu te amo? - disse ele.
- Ah, acho que isso eu não consigo adivinhar - respondeu o Coelho Pai.
- Tudo isso - disse o Coelhinho, esticando seus bracinhos o máximo que podia.
Só que o Coelho Pai tinha os braços mais compridos. E disse:
- E eu te amo tudo isto !
Huuum, isso é um bocado, pensou o Coelhinho.
- Eu te amo toda a minha altura - disse o Coelhinho.
- E eu te amo toda minha altura - disse o Coelho Pai.
Puxa, isso é bem alto, pensou o Coelhinho. Eu queria ter os braços compridos assim.
Então o Coelhinho teve uma boa idéia. Ele se virou de ponta cabeça, apoiando as patinhas na árvore.
- Eu te amo até as pontas dos dedos de meus pés!
- E eu te amo até as pontas dos dedos dos teus pés - disse o Coelho Pai balançando o filho no ar.
- Eu te amo a altura de meu pulo! - riu o Coelhinho saltando, para lá e para cá.
- E eu te amo a altura do meu pulo - riu também o Coelho Pai e saltou tão alto que suas orelhas tocaram os galhos das árvores.
- Eu te amo toda a estradinha daqui até o rio - gritou o Coelhinho.
- Eu te amo até depois do rio até as colinas - disse o Coelho Pai.
É uma bela distância, pensou o Coelhinho.
Ele estava sonolento demais para continuar pensando.
Então ele olhou para além das copas das árvores, para a imensa escuridão da noite.
Nada podia ser maior do que o Céu.
- Eu te amo ATÉ A LUA! - disse ele, e fechou os olhos.
- Puxa, isso é longe disse o Coelho Pai. Longe mesmo!
O Coelho Pai deitou o Coelhinho na sua caminha de folhas. E então se inclinou para lhe dar um beijo de Boa Noite.
Depois, deitou-se ao lado do filho e sussurrou sorrindo:

- Eu te amo até a lua...IDA E VOLTA !

(Fábula de Sam Mc Bratney)